Maybe...

quarta-feira, agosto 07, 2013

Às vezes me dá vontade de dizer tudo o que sinto e o que penso a seu respeito. Contar sobre toda a confusão que você causou dentro da minha cabeça e do meu coração também. E em tempo, contar que por mais fria, distante e desinteressada que eu possa parecer, eu me importo com você. E muito. Mas não adianta, eu não sei e acho que nem nunca vou saber agir de outra forma. Acho que quando você está acostumada a ter seu coração partido, você acaba criando um bloqueio quanto a se envolver com outras pessoas, por receio de acabar acontecendo o mesmo, sabe? Costumo comparar isso com uma experiência com o fogo, você acha bonito, estende a mão, encosta e se queima. Dói. E você põe na sua cabeça que não deve mais fazer isso. É exatamente assim que funciona aqui, e esse bloqueio é como uma defesa automática, se eu vejo que estou num ponto em que posso acabar me envolvendo demais ou gostando de alguém, eu me afasto. Não consigo evitar. E ainda tem essa maldita ansiedade que me faz antecipar as coisas, e geralmente coisas ruins, que talvez nem nunca aconteçam, mas na minha cabeça já aconteceram diversas vezes. Não é nada pessoal, mas eu não confio muito nas pessoas mesmo. 
Aí escrevo todas essas coisas pra desabafar, pego mais uma xícara de chá e não envio. Talvez seja melhor assim, que você não saiba. Talvez seja melhor pra você, talvez seja melhor pra mim.

You Might Also Like

0 comentários

Curta Luddzilla no Facebook

Me add no Google+